Especialidades RADIOLOGIA
RADIOLOGIA

RADIOLOGIA

Saiba mais sobre esta especialidade tão ampla:
A tomografia computadorizada por feixe cônico, ou Cone Beam, é o exame por imagem “padrão-ouro” para planejamento de implantes dentários. 
Através dela, o dentista avalia a quantidade e qualidade óssea disponível para a cirurgia. Isto garante maior precisão e segurança na escolha do tipo, tamanho e inclinação dos implantes a serem instalados. 

– O QUE É UMA RADIOGRAFIA PANORÂMICA?
A radiografia panorâmica é um exame radiográfico do complexo maxilo-mandibular. É uma das técnicas radiográficas mais solicitadas e difundidas em todas as especialidades da Odontologia, em que a visualização de todos os elementos dentários e suas estruturas anatômicas é de fácil compreensão para o dentista.

– POR QUE É IMPORTANTE REALIZAR UMA RADIOGRAFIA PANORÂMICA?
É um exame útil e bastante prático para complementar o exame clínico no diagnóstico das doenças dos dentes e dos ossos da face. Através deste exame, o dentista pode visualizar todos os dentes de uma só vez, inclusive os que ainda não “nasceram”. Cáries, fraturas dentais, infecções ou outras doenças dos ossos que sustentam os dentes podem ser visualizadas e, muitas vezes, diagnosticadas.
Ela é fundamental no diagnóstico de todas as lesões dos ossos da maxila e mandíbula. Através desse exame, pesquisam-se reabsorções ósseas e radiculares, cistos, tumores, inflamações, fraturas pós-acidentes, distúrbios da articulação temporomandibular (que causam dor na região de ouvido, face, pescoço e cabeça) e sinusite.

– O QUE ACONTECE SE EU NÃO REALIZAR A RADIOGRAFIA PANORÂMICA SOLICITADA PELO DENTISTA?
A falta de uma radiografia panorâmica pode interromper um tratamento odontológico. Ela é uma importante ferramenta para que dentista possa diagnosticar problemas bucais. A ausência da radiografia pode levar a:
– Diagnóstico insuficiente da arcada dentária;
– Falta de clareza da situação óssea;
– Dificuldade do planejamento, extensão do prazo e possível interrupção do tratamento odontológico;
– Há pelo menos 4 boas razões para se optar por um implante dentário e não por um método convencional de substituição de dentes:
1) Uma solução estética: Os implantes dentários foram desenvolvidos para oferecer boa estabilidade, visando uma solução restauradora com aparência natural;
2) Preservação do osso: Os implantes transmitem forças de mastigação aos ossos da mandíbula, o que pode ajudar a preservar o osso;
3) Mais prazer: As próteses dentárias utilizadas em dentaduras convencionais não são necessárias. Os pacientes podem sentir-se mais confortáveis ao falar, sorrir e comer;
4) Preservação do dente: Se houver a substituição de um dente faltante por uma ponte, os dentes vizinhos precisam ser desgastados para receberem a ponte. Com um implante dental não há necessidade disso. Assim, pode-se contribuir para a preservação dos dentes vizinhos.
A tomografia computadorizada é o exame por imagem “padrão-ouro” para planejamento de implantes dentários. Através dela o dentista avalia a quantidade e qualidade óssea disponível para a cirurgia. Isto garante maior precisão e segurança na escolha do tipo, tamanho e inclinação dos implantes a serem instalados.

Agende sua consulta